A análise SWOT é uma ferramenta de gestão e marketing indispensável para o sucesso de um negócio. A sigla vem do inglês e significa strengths, weaknesses, opportunities e threats, ou seja, ela faz a análise ambiental da empresa identificando suas forças, fraquezas, ameaças e oportunidades. No Brasil, com a tradução dos termos, ela também é conhecida como FOFA.

Sua função é a de analisar o ambiente interno da empresa para identificar suas forças e fraquezas, e o externo, onde serão encontradas as ameaças e oportunidades. Ou seja, o microambiente com suas variáveis controláveis e também o macroambiente e suas variáveis incontroláveis.

Sem o uso desse importante instrumento de marketing, uma marca entra no mercado dando um tiro no escuro, dependendo exclusivamente da sorte para obter sucesso, o que na maioria das vezes não acontece. Portanto, se você deseja garantir o crescimento da sua empresa, precisa saber como utilizar a análise SWOT.

Continue a leitura do artigo e conheça mais sobre o tema.

Entenda de fato realidade do negócio

Em primeiro lugar, é necessário entender o ambiente no qual a empresa está inserida: é nesta etapa que são analisadas as questões macroambientais, como os cenários político, econômico, social, tecnológico, natural e demográfico.

Todas as variáveis são incontroláveis, ou seja, mudam independentemente da vontade dos gestores da empresa ou de sua estratégia no mercado.

Analise as suas características

Chegamos ao ponto em que as características internas da empresa serão observadas, ou seja, as questões microambientais, tais como clientes, concorrentes, fornecedores, colaboradores e parceiros. Trata-se de tomar conhecimento dos recursos disponíveis para lidar com o cenário e se destacar nele.

Aqui as variáveis são controláveis, ou seja, podem ser modificadas pelos gestores da empresa para corrigir erros e fazer adaptações a novos cenários macroambientais.

Verifique as ameaças e oportunidades

No ambiente macro é possível identificar elementos capazes de ameaçar o crescimento, ou até mesmo, o funcionamento da empresa, como mudanças tributárias, desastres naturais, alterações legislativas etc.

Essas mesmas condições também podem representar oportunidades para a empresa, por exemplo, em um cenário de mudanças tributárias, quem presta serviços de contabilidade encontra uma oportunidade de negócio.

Vamos analisar outra situação hipotética: uma enchente que inunde uma loja de veículos. Para a loja, o desastre natural representa uma ameaça, porém, para empresas que fazem a higienização de automóveis é uma bela oportunidade de adquirir um novo cliente.

Conheça as suas forças e fraquezas

Do mesmo modo, para além da identificação dos fatores que contribuem para o crescimento ou decadência da organização, a análise SWOT serve para verificar o que ela tem de bom ou ruim. A partir deste diagnóstico, fica mais fácil identificar e aproveitar as oportunidades que se apresentam ou melhorar os pontos que estão prejudicando o seu funcionamento.

Fatores como uma equipe coesa e competente; equipamentos tecnológicos de ponta; bons fornecedores e parceiros; e concorrência desatualizada podem ser aprimorados pelos gestores para que se adaptem às ameaças e oportunidades.

Um exemplo bem recorrente disso são os avanços tecnológicos, que quando bem utilizados pela empresa ajudam a se adaptarem aos novos perfis de consumo. Por outro lado, as marcas que não se atualizam correm o risco de desaparecer do mercado por não conseguirem mais atender às demandas atuais.

Cruze as informações obtidas na análise Swot

Por fim, é necessário cruzar todas as informações obtidas na matriz SWOT para que se identifique as ações que devem ser tomadas, sejam elas corretivas ou novas iniciativas.

Por exemplo, identificou-se que o público consumidor economicamente ativo feminino está crescendo e a empresa só fabrica produtos masculinos. Observa-se, então, uma oportunidade de expansão de negócios ou uma ameaça ao crescimento da empresa.

Como você pode ver, a análise SWOT é uma ferramenta que pode ser aplicada tanto para empresas que estão entrando no mercado, quanto para aquelas que precisam superar crises ou desejam expandir. Portando, não abra mão deste instrumento na hora de fazer o planejamento estratégico de marketing da sua empresa.

Gostou de saber mais sobre a análise SWOT? Então assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este diretamente em seu e-mail.

Escreva um comentário