O planejamento e a execução de uma campanha de marketing envolvem uma série de profissionais de diferentes especialidades para que sejam bem-feitos. Por isso, é muito importante que todos estejam muito bem alinhados com as expectativas do cliente para evitar as refações e frustrações, o que impacta diretamente nos resultados.

Para que esse alinhamento seja feito de modo eficiente, é necessário documentar todas as especificidades do projeto, mantendo essas informações ao alcance de todos os envolvidos. O ideal é que esse documento sirva como um suporte para as dúvidas que possam surgir ao longo do processo.

Estamos falando do briefing, peça fundamental para o sucesso de uma campanha e o primeiro passo a ser dado rumo aos bons resultados. Se você está interessado em saber mais sobre o tema, continue a leitura e entenda o que é um briefing.

O que é um briefing?

Trata-se do documento que contém todas as informações necessárias para o planejamento e a execução de um projeto. Embora nosso foco seja em campanhas de marketing, essa ferramenta também é amplamente utilizada em gestão de empresas, design, decoração, entre outras áreas.

Qual o impacto nas campanhas?

O briefing funciona como um manual de instruções. Por isso, ele pode causar impactos positivos ou negativos em um projeto, de acordo como o modo com foi feito.

Veja os principais deles:

Negativos

Quando um briefing chega à equipe incompleto ou com informações truncadas e imprecisas, todo o processo criativo e de planejamento se torna mais complexo. Além disso, gera consequências, como a campanha não atender ao que foi solicitado pelo cliente, ou mesmo, que seja mal planejada e executada.

Positivos

Em contrapartida, um briefing completo, bem elaborado, com informações claras e que traduzem exatamente o que o cliente espera ― que em muitos casos não é o que ele pediu e só um bom briefing será capaz de tornar as entrelinhas compreensíveis ―facilita o trabalho da equipe envolvida e gera insights surpreendentes para a campanha.

Quais os componentes de um briefing bem detalhado?

Agora que ficou mais claro o que é um briefing e quais são os impactos gerados por ele em um projeto, chegou o momento de você entender como montar um briefing perfeito para suas campanhas.

Confira a seguir o que não pode faltar nesse documento:

  • objetivos: devem ser claros e bem específicos, por exemplo, o de aumentar as vendas em 40% durante as festas de final de ano;
  • prazos: os prazos precisam ser compatíveis com o objetivo da campanha e, preferencialmente, ter uma “gordurinha” para que imprevistos não afetem o planejamento;
  • público: deve ser o mais bem delimitado possível, incluindo informações demográficas, geográficas, sociais, psicológicas, influenciadores da decisão de compra etc.;
  • objeções e preferências do público: informações geradas pela equipe de vendas sobre os motivos pelos quais o cliente não fecha negócio e, se possível, o que o leva a fechar;
  • características do cliente ideal: criação de uma persona fictícia, baseada na pesquisa sobre o comportamento de consumo do público delimitado;
  • detalhes sobre concorrência: apontar quem são os concorrentes diretos e indiretos, listando seus diferenciais e ações realizadas;
  • budget da campanha: deve especificar qual a verba disponível para a campanha.

Convém enfatizar a importância de todos esses componentes do briefing estarem presentes e bem descritos para que os objetivos sejam atingidos com eficiência. Para isso, é importante muita conversa com o cliente e, em alguns casos, até uma imersão na rotina dele e na utilização do produto ou serviço, além, é claro, de entender muito bem o que é um briefing.

Ficou mais clara a relevância do documento para o sucesso de sua campanha? Para continuar recebendo conteúdos relevantes, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Escreva um comentário